Batedores de açaí de Cametá terão que obter licença para venda

0

Os batedores artesanais de açaí de Cametá só poderão comercializar o produto após obter licença de venda legal. Os trabalhadores terão até o mês de agosto para dar entrada na licença. Fiscais da Vigilância Sanitária já estão realizando visitas nos estabelecimentos e convidando os vendedores do produto a se adequar as normas de higiene e tratamento do fruto, como por exemplo, boas práticas no processamento do açaí e uso do branqueador, aparelho que higieniza o fruto e elimina quase 100% das impurezas que o contaminam, somente após essa etapa os batedores poderão dar entrada ao processo de licenciamento. Aos que não se adequarem à lei, terão o estabelecimento fechado pela Vigilância Sanitária.

Aqueles pontos de venda de açaí licenciados e que atenderem ao padrão de qualidade receberão um selo de referência como alimento seguro.

Essa medida é muito significativa, pois além de garantir a venda de um produto de qualidade estará contribuindo para a diminuição de casos de Doença de Chagas.

Por Tamiris Soares (Jornalista)

Departamento de Comunicação

Diretor: Bruno Veiga

decomcmt@gmail.com

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade