I Congresso de Turismo de Natureza na Amazônia

0

I Congresso de Turismo de Natureza na Amazônia está com inscrições abertas. O evento será realizado de 5 a 7 de dezembro, na cidade de Cametá, nordeste do estado. A inscrição é gratuita e o participante receberá um certificado ao final da programação.

O Congresso tem como objetivos orientar profissionais do turismo e áreas afins por via de ações que elevem o conhecimento e possibilitem o empreendedorismo e dinamizem a cadeia produtiva, gerando visibilidade do potencial turístico dos municípios pertencentes ao Polo Araguaia Tocantins, viabilizado geração de trabalho e renda para as múltiplas atividades desenvolvidas.

O Governo do Estado do Pará promoverá o evento por intermédio da Secretaria de Estado de Turismo (Setur), com a realização da Associação Paraense de Recursos Humanos (APRH) e o apoio da Prefeitura Municipal de Cametá, com programação completamente voltada para os diversos públicos no fomento de negócios nesse segmento específico.

Programação

A programação oferece agenda interativa e reunirá servidores públicos, setores da hotelaria, guias turísticos, agentes de viagens, ONGs, microempreendedores, acadêmicos, associações, estudantes e empresas com atividades relacionadas, todos envolvidos com as cadeias produtivas do turismo e comprometidos com um Pará mais sustentável e natural.

Entre os palestrantes, estão Gil Cunha, diretor de Comunicação da Associação Brasileira das Empresas de Ecoturismo e Turismo de Aventura (Abeta); Edna Lacerda Rocha, vice-presidente de Relações Institucionais da Associação BrasIleira de Agência Viagens do Pará (Abav-PA); Flávia Lima, gerente de Qualificação Profissional e coordenadora do Programa Estadual de Qualificação Profissional do Turismo (PEQTur); Silvia Ribeiro Reis Martins, professora especialista em Educação Ambiental; e Dona Nena, emrpeendedora culinária e ambiental da Ilha do Combu, reconhecida internacionalmente pela trilha do cacau.

Os integrantes terão oportunidade de participar de oficinas, painéis e palestras, gerar conhecimento, promover relacionamentos, qualificação e troca de ideias com palestrantes durante três dias de intenso trabalho em 24 horas de atividades no município, considerado a “capital cabana paraense”.

As temáticas embasadas no desenvolvimento e uso sustentável de nossas riquezas naturais, uso turístico das Unidades de Conservações (UCs) e comunidades tradicionais, regulamentações da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas) serão apresentadas por profissionais renomados e experientes no turismo de natureza e aventura.

Compartilhar:

Os comentários estão fechados.


Acessibilidade
Acessibilidade